2017

1 – Artigo publicado no livro O Comércio de Marfim no Mundo Atlântico: circulação e produção (séculos XV a XIX) / Organização Vanicléia Silva Santos, Eduardo França Paiva, René Lommez Gomes

Artigo: A fotografia digital como ferramenta de estudo dos marfins nos acervos de minas gerais e sua inclusão em banco de dados

Autores: Alexandre Cruz Leão; Luiz Antônio Cruz Souza; Alexandre Oliveira Costa; Danielle Luce Cardoso; Eduardo Augusto da Silva Leite

Resumo: Na atualidade, com a evolução da tecnologia digital, dispositivos cada vez mais sofisticados são responsáveis pela gigantesca  geração de imagens. Apesar das diferenças em qualidade, processos e aparelhos, uma coisa eles têm em comum: não traduzem a realidade exatamente como ela se apresenta. A maioria dos equipamentos fotográficos gera imagens com maior contraste e saturação, uma vez que estas características agradam mais ao ser humano. Desta forma esta pesquisa tem por objetivo gerar imagens dos marfins nos acervos de Minas Gerais como eles são de fato, respeitando suas cores e características construtivas. Mas como diferenciar, no meio desta profusão de imagens, a que mais se adequam à pesquisa científica, reproduzindo o mais fielmente possível o objeto fotografado? Esta questão gerencia a organização da captura fotográfica dos objetos levantados na pesquisa “O acervo em marfim luso-afro-oriental no Brasil: pesquisa introdutória nos acervos de MG”, apoiado pela FAPEMIG. Considerando a diversidade dos acervos visitados e a demanda gerenciada pela pesquisa, a fotografia científica procura registrar a totalidade do objeto; as tipologias de corte e de confecção; as cores e tons; as marcas
de ferramentas e as Linhas de Schreger. Frente a isso, para atingirmos o nosso objetivo são necessários procedimentos passíveis de reprodução sistemática, ou seja, protocolos confiáveis na geração de imagens, tratamento e posterior inserção em um banco de dados, alimentado continuamente com as informações produzidas em campo, também passível de ser compartilhado entre os diversos pesquisadores. Expor a base de dados através de uma interface Web de acesso restrito, é a forma escolhida para disponibilizá-la aos pesquisadores do projeto, pois permite a troca de informações e sua sistematização, conforme demandado pelo andamento da pesquisa.
Esta comunicação almeja uma breve exposição de alguns destes protocolos, principalmente no que concerne à Documentação Científica por Imagem e o Gerenciamento da Informação, no âmbito do projeto.

Download: Aqui

—————————–

2016

1 –  Artigo publicado no Boletim do CEIB, vol. 20, n° 63

Artigo: Documentação Fotográfica de Escultura

Autores: Danielle Luce Cardoso; Alexandre Cruz Leão.

Resumo: Este artigo propõe a elaboração de um guia básico contendo o passo a passo das etapas para a realização de fotografias de bens culturais utilizando luz visível, bem como o processamento das imagens digitais a ser realizado com software específico. Este guia pretende ser de fácil entendimento para os profissionais da conservação e restauração e áreas afins, de forma que compreendam os equipamentos a serem utilizados, levando em conta, principalmente, as fontes de luz que irão utilizar, as características do objeto e o uso adequado da  câmera fotográfica digital.

Download: Aqui

 

2 – Monografia feita para Trabalho de Conclusão de Curso para bacharelado em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis

Monografia: Documentação fotográfica de bens culturais utilizando luz visível: um guia básico

Resumo: Este trabalho propõe a elaboração de um guia básico contendo o passo a passo das etapas para a realização de fotografias de bens culturais utilizando luz visível, bem como o processamento das imagens digitais a ser realizado com software específico. Este guia pretende ser de fácil entendimento para os profissionais da conservação e restauração e áreas afins, de forma que compreendam os equipamentos a serem utilizados, levando em conta, principalmente, as fontes de luz que irão utilizar, as características do objeto e o uso adequado da câmera fotográfica digital.

Download: Aqui

—————————–

2015

1 – Artigo apresentado no III Encontro  Luso-Brasileiro de Conservação e Restauro

Artigo: Implementação de Técnica Reflectante Transformation Imaging para Análise de Superfície de Manuscritos Antigos

Autores: Adriano de Souza Bueno; Patrícia Vaz de Mello Lavall; Alexandre Cruz Leão; Márcia Almada.

Resumo:
O presente artigo aborda o processo de implementação da técnica Reflectance Transformation Imaging (RTI) que consiste em gerar arquivos de imagem que viabilizam estudos referentes à materialidade do bem cultural por meio da análise de sua superfície, via geração de mapeamento de textura e visualização em software. Tal método tem como objetivo dar suporte científico ao projeto de pesquisa “Produção e uso de documentos manuscritos adornados no século XVIII em Minas Gerais”.

Download: Aqui

 

2 – Artigo apresentado no III Encontro  Luso-Brasileiro de Conservação e Restauro

Artigo: Fotografia Digital de Bens Culturais Utilizando Luz Visível: Um guia básico

Autores: Danielle Luce Cardoso; Alexandre Cruz Leão.

Resumo: Este trabalho propõe a elaboração de um guia básico para fotografia de bens culturais utilizando luz visível, contendo o passo a passo das etapas. Este guia pretende ser de fácil entendimento para os profissionais da área de conservação e restauração, fazendo com que
conheçam bem os equipamentos a serem utilizados, levando em conta, principalmente, as fontes de luz que irão utilizar, as características do objeto e o uso correto da câmera fotográfica digital.

Download: Aqui